Quem pensou na Copa faturou o “bolão”.

A cada quatro anos, a amarelinha entra em campo, mas não apenas nos gramados da Copa do Mundo. As marcas ganham as cores verde e amarela e o futebol se torna o assunto principal em qualquer lugar.

Na última edição, quando o torneio foi realizado no Brasil, o evento gerou cerca de R$ 30 bilhões para a economia brasileira, de acordo com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe). Durante esse período, a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) calculou que o movimento nos bares cresceu em média 70% durante as partidas da seleção.

Em 2018, a Copa não foi em terras brasileiras, mas a paixão pelo futebol impactou diretamente no consumo em diversos setores do varejo. Assim como em 2014, não foi apenas o setor de alimentação que canalizou a empolgação dos torcedores para criar promoções. Todos os setores do varejo vestiram a camisa para vender mais neste período. Muitas empresas obtiveram resultados positivos, mas muitas outras sofreram queda nas suas vendas, durante a Copa. A diferença nos resultados ficou entre quem se planejou e aplicou a estratégia certa de comunicação promocional, e quem apenas pintou a fachada de verde e amarelo e distribuiu panfletinhos com a tabela dos jogos com sua marca estampada.

A Oscar Calçados, por exemplo, procurou a agência Red Lemon para cuidar de suas ações promocionais no período de Copa do Mundo. Com os objetivos claros, a marca buscava gerar incremento de vendas no período pré-copa, aumentar a visibilidade das marcas participantes, estreitar o relacionamento entre clientes, marcas, gerentes e vendedores de loja e, claro, conquistar melhores resultados no PDV.
E o resultado não poderia ser diferente. Oferecendo uma viagem à Rússia, foram mais de 100 mil cupons recebidos, impactando diretamente em um aumento de 59% nas vendas. Confira mais detalhes desta ação clicando aqui!

 

Algumas dicas importantes para você aplicar uma estratégia sazonal de vendas são:

Criar um esquema tático.
Assim como no futebol é preciso desenhar um esquema tático para que um time vença  a partida, no varejo é preciso contar com um plano de ação definido. Os dois primeiros passos são: focar em um tema específico, que neste caso acima foi a Copa do Mundo, e criar ações que são relevantes para o público-alvo. É fundamental diferenciar o evento dos períodos convencionais de venda durante o ano. A ideia é inserir o consumidor no clima do evento que você está vestindo seus produtos.

Organizar o meio de campo.
Depois de decidir qual será a ação, é preciso fazer um planejamento financeiro e preparar o estoque. Nesta etapa, é preciso definir quais serão os custos e quais encomendas devem ser feitas previamente.

Liderar a torcida.
A divulgação da campanha deve ser feita tanto no mundo online quanto no offline.

Treinar a equipe.
Com o aumento no número de consumidores, sua equipe de vendedores pode acabar trabalhando mais. O ambiente é de festa e descontração, por isso os funcionários devem estar aptos a manter a qualidade do atendimento.

Se uma promoção não for bem executada de ponta a ponta, ela pode desperdiçar os recursos alocados e não trazer resultado algum. Pode ser um tiro no pé.
As campanhas precisam ser coerentes e equilibradas.

Para o consumidor, o objetivo não é só comprar. A experiência é o mais importante. Experiência esta que deve ser proporcionada pelo domínio da ferramenta certa e pela leveza na criatividade, seguindo uma rota inteligentemente traçada.
Ação promocional em varejo é coisa séria! É a RAZÃO que direciona a EMOÇÃO para criar ações realmente eficazes.

No Comments

Post a Comment