Varejo 2.0

Entre outros assuntos abordados no maior evento internacional de varejo, a NRF Retail’s Big Show, se destacaram as temática relacionadas ao uso correto das tecnologias e dados dos clientes, à integração dos canais para facilitar o processo de compra e à experiência do consumidor. O encontro é realizado todo ano nos Estados Unidos e recebe mais de 30 mil pessoas de quase 100 países diferentes para aprender com os grandes nomes do varejo mundial e visitar atrações que trazem as principais novidades do setor varejista.

Uma das principais atrações do evento, o CEO da Levi’s James Curleigh, foi direto e reto e salientou a importância de haver uma constante atualização das marcas. A fórmula, segundo ele, é respeitar a segunda Lei de Newton e sair da inércia. Ou seja, é preciso decidir agir em direção à inovação. Para isso se tornar viável, é fundamental buscar um equilíbrio estratégico para continuar simplificando suas entregas aos consumidores, mas sem deixar de ser sofisticado no backoffice. É preciso diversificar, evidenciar e integrar os canais, o que chamamos de omnichannel (saiba mais sobre esse assunto clicando aqui).

Por ser uma agência super atualizada, que está diariamente atuando no varejo, a Red Lemon Agency organiza todos os anos um encontro pós-NRF, convidando um expert em varejo para contar um pouco mais sobre as novidades que se destacaram na feira. Realizamos este evento para reunir as cabeças pensantes e manter acesa a chama da inovação no varejo, no mercado brasileiro. Só assim conseguimos promover um maior engajamento e uma constante preocupação com a atualização dos conceitos e tendências que estão crescendo no mundo.

Com base nas pesquisas realizadas pela consultoria DOM Strategy Partners, trazemos aqui alguns diferenciais que vêm se destacando como inovações oferecidas pelas grandes marcas no Brasil e no mundo:

 

  1. Engagement Innovation

Os varejistas estão cada vez mais preocupados em fazer com que seus clientes interajam com seus produtos e marcas. Para isso, o caminho é oferecer canais, modelos e ações que engajem o consumidor. A Chilli Beans é um bom exemplo de marca que inovou nesta área. Para saber quais são os melhores óculos para cada tipo de rosto, seus clientes usam espelhos inteligentes e simulações. Em suas lojas, as próprias vitrines usam big data para entender quais óculos são trending naquele período.

 

  1. Mass Customization

A customização em massa é uma das tendência. Ao incorporar tecnologias, plataformas, canais e forte inteligência de dados, redes como o Subway conseguem customizar e segmentar quase todos os seus produtos, fazendo com que cada sanduíche seja entregue ao gosto do cliente.

Gostou e quer saber mais?

Deixe seu contato que te enviaremos por e-mail um e-book com mais insights sobre como revolucionar suas estratégias de varejo para gerar mais resultados!



No Comments

Post a Comment